sabor da cidade
sabor da cidade

Colunas


FOTO

Coluna "Tempero Certo"
Os condimentos harmonizam os pratos e intensificam o sabor dos alimentos. Saiba detalhes dessas especiarias.
    


Ideal é adicionar pimenta-do-reino no final

 (29/09/2014)

Item que não falta na maioria das receitas de salgados, especialmente as carnes, a pimenta-do-reino deve ser adicionada ao pratos no final e não para que passe pelo processo de cozimento. Além disso, a melhor forma de consumo é triturada e não moída.
Produzida no Brasil é também uma especiaria que rende dividendos para o país. Das 50 mil toneladas colhidas por ano, 45 mil são exportadas, principalmente para os Estados Unidos, entre outros países da América, e também da Europa. O estado maior produtor no Brasil é o Pará, seguido do Espírito Santo.
A pimenta-do-reino (Piper nigrum) é uma planta trepadeira originária da Índia. Da mesma planta vêm a pimenta-do-reino preta, pimenta-do-reino branca, pimenta verde e pimenta rosa. A diferença entre elas está na colheita ou processos de secagem. Colhidas antes de amadurecerem, são vendidas como verdes, menos picantes e mais aromáticas; quando amadurecidas são vermelhas (rosa), aromáticas e mais picantes.
As pimentas-do-reino (negras) são colhidas verdes, deixadas para fermentar, depois secas ao sol, quando se enrugam e escurecem.
As brancas são colhidas maduras (bagas vermelhas), mergulhadas em água para perderem a pele e secas ao sol sem fermentar, o que as torna claras, mais ardidas e menos sutis que as negras.
São encontrados na pimenta o cálcio, fósforo, eugenol, miristicina, ferro, monoterpenos (sabineno, pineno), beta-pineno, mirceno, limoneno, delta-3-careno, sesquiterpenos (beta-cariofileno, humuleno, beta-bisabolono, cetona e óxido cariofileno), piperina, piperidina (azinano), safrol e vitaminas A, B, C.
O ideal é o consumo da pimenta triturada e não moída. Além disso, deve ser adicionado ao prato no final e não no início.

 


Carne ao molho caipira

 

  Ingredientes 


400 g de alcatra cortada
1 cebola grande
2 batatas doces médias
2 mandiocas grandes
200 ml vinho tinto seco
1 folha de louro
1 litro de caldo de carne
Óleo de Canola a gosto
Sal a gosto
Pimenta-do-reino triturada na hora a gosto

 

Preparo 


Em uma panela média em fogo alto, aqueça o óleo de canola e frite a carne cortada em cubos. Retire-a da panela e Reserve. Na mesma panela, doure a cebola picada em pedaços médios e adicione a carne frita, as batatas doces também em pedaços médios, a mandioca inteira, o vinho tinto, o louro e o caldo de carne. Cozinhe por 30 minutos, até que a carne e as batatas estejam macias e a mandioca, esteja se despedaçando e engrossando o molho. Tempere com sal e pimenta do reino moída na hora a gosto e sirva em seguida.

 

Fonte - Friboi

 

 

 

 
OUTROS ARTIGOS DE "Tempero Certo"

Ideal é adicionar pimenta-do-reino no final 
Salsinha vai bem com tudo 

 

 
COLUNAS

FOTO
Coisa de CinemaMuitos filmes usam o tema gastronomia
FOTO
Comidinha de vovóReceitas diversas da vovó.
FOTO
Tempero CertoCondimentos que dão mais sabor a cada prato
FOTO
Zé PimentaCríticas e sugestões de gastronomia na cidade
 
SABOR DA CIDADE

Contato
Telefone (15) 9-9113-2823
Email: redacao@sabordacidade.com.br