sabor da cidade
sabor da cidade

RECEITAS
bolos
doces
salgados
lanches
molhos
churrasco
saladas
vegetarianas
peixes
bebidas
minha receita

 
 
NOTÍCIAS


 
Visite Sabor da Cidade
no Google+
  
'Redondinha'
Pizzarias de shopping apostam no consumidor sozinho

27/09/2014  

Comer uma pizza, quase sempre, significa uma reunião de família ou de amigos, em função do tamanho dela. Quando está sozinha, normalmente a pessoa prefere solicitar outros pratos ou lanches, considerando o serviço de entrega em domicílio. A não ser que a pessoa esteja próximo a uma pizzaria e esta ofereça a pizza em pedaços ou então no tamanho chamado de "brotinho".

Uma "brotinho" significa exatamente a metade do tamanho convencional e privilegia a forma arredondada. Nas praças de alimentação dos shoppings a comercialização de "brotinho" e em pedaços está disseminada, em razão de facilitar para a pessoa que está sozinha ou que deseja consumir pizza enquanto quem a acompanha quer outro prato. Em alguns estabelecimentos, a pizza é oferecida em oito ou em quatro pedaços, preservando-se a forma de disco. O que difere é o leque reduzido de sabores de cardápio para que haja rapidez no atendimento aos pedidos.

Rafael de Souza, 19 anos, gosta da facilidade que a pizza menor ou em pedaços permite. "Eu não compraria uma pizza grande para comê-la sozinho. Venho aqui, minha namorada come lanche e eu uma pizza de quatro pedaços", diz ele.

Tradição

O brasileiro tem no consumo de pizza uma tradição e há até o Dia da Pizza, comemorado em todo dia 10 de julho. Mas não era assim até relativamente pouco tempo. As pizzas são pratos trazidos ao país pela colônia italiana. No entanto, a primeira notícia de comercialização se deu no bairro do Brás, em São Paulo, na década de 50 do século passado. A partir daí, outras cantinas passaram também a prepará-las e comercializar. A popularização fez então surgir as pizzarias em todo o Estado e, depois, em todo o país. Em praticamente todas as cidades brasileiras, particularmente as do eixo Sul-Sudeste, há pelo menos uma pizzaria. Sem contar que as padarias também preparam e vendem pizzas em pedaços.

Rodízio começou na década de 70 

Em São Paulo, na década de 70, começaram os rodízios de pizza. O primeiro a apostar no sistema em que a pessoa pagava um terço do valor de uma pizza para consumir quantos pedaços desejasse foi o comerciante Sérgio Della Crocci. Ele criou esse sistema na pizzaria que abriu no bairro Pari, na Capital. Surgiu, então, o Grupo Sérgio, com várias filiais inauguradas em bairros paulistanos. Com os anos, o grupo foi perdendo a freguesia e não resistiu aos anos 90.

Adolescentes na década de 70, Adriano Coelho, Osmar e Osvaldo Ribeiro e Cássio Lima iam sempre, aos sábados, aos rodízios de pizza do Grupo Sérgio, inicialmente no Pari, juntamente com outros amigos. "Era um grupo grande e nós comíamos muito", conta Cássio. Segundo ele, na saída "sempre conversávamos sobre o número de pedaços que cada um havia comido. Uns falavam em 13, 15 e até mais. Dá uma saudade desse tempo."

 
 


 


MAIS ACESSADAS
Bolo leva arroz no lugar da farinha de trigo e é sem leite
Patê de frango com cenoura é ótimo no lanche de pão de forma
Bife de panela de pressão ao molho madeira é fácil de fazer
Este pacu pode ser assado no forno ou na churrasqueira
Veja como preparar esta deliciosa coxa de peru assada
Cocada de forno é fácil de fazer e fica deliciosa
Veja como preparar uma saborosa batida de frutas
Salada colorida de ervilha fica deliciosa e é bem fácil
Tambaqui fica uma delícia assado e recheado com farofa
Baião-de-dois com feijão carioquinha fica uma delícia
 CONFIRA MAIS NA EDITORIA NOTÍCIAS:

Investimento de R$ 5 mi
Prefeitura de SP compra arroz e feijão da agricultura familiar para merenda
A prefeitura de São Paulo comprou mil toneladas de arroz e 520 toneladas de feijão, produzidos pela agricultura familiar. Os produtos vão à merenda escolar.

Natal e Réveillon
Cerveja e lombo suíno devem ser os mais procurados
Com a chegada das festas de fim do ano, supermercados esperam aumento de 14,1% nas vendas de produtos típicos. Cerveja e lombo devem ser os mais procurados.

Elevação de 1,08%
Preços dos alimentos sobem e pressionam a inflação
O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) aumentou e chegou a 0,37% na terceira apuração de outubro. Preços dos alimentos subiram e pressionaram a inflação.

 

SABOR DA CIDADE

Contato
Telefone (15) 9-9113-2823
Email: redacao@sabordacidade.com.br

  


icone
REDES SOCIAIS
FACEBOOK


GOOGLE +